Uma ostra que não foi ferida
não produz pérolas
     



POSTs mais antigos:

Novembro de 2019
Outubro de 2019
Agosto de 2019
Junho de 2019
Abril de 2019
Março de 2019
Janeiro de 2019
Dezembro de 2018
Novembro de 2018
Outubro de 2018
Setembro de 2018
Agosto de 2018
Julho de 2018
Junho de 2018
Maio de 2018
Abril de 2018
Março de 2018
Fevereiro de 2018
Janeiro de 2018
Dezembro de 2017
Novembro de 2017
Outubro de 2017
Setembro de 2017
Agosto de 2017
Julho de 2017
Junho de 2017
Maio de 2017
Abril de 2017
Março de 2017
Fevereiro de 2017
Dezembro de 2016
Novembro de 2016
Outubro de 2016
Setembro de 2016
Agosto de 2016
Julho de 2016
Junho de 2016
Maio de 2016
Abril de 2016
Março de 2016
Fevereiro de 2016
Janeiro de 2016
Dezembro de 2015
Novembro de 2015
Outubro de 2015
Setembro de 2015
Agosto de 2015
Julho de 2015
Junho de 2015
Maio de 2015
Abril de 2015
Março de 2015
Fevereiro de 2015
Janeiro de 2015
Dezembro de 2014
Novembro de 2014
Outubro de 2014
Setembro de 2014
Agosto de 2014
Julho de 2014
Junho de 2014
Maio de 2014
Abril de 2014
Março de 2014
Fevereiro de 2014
Janeiro de 2014
Dezembro de 2013
Novembro de 2013
Outubro de 2013
Setembro de 2013
Agosto de 2013
Julho de 2013
Junho de 2013
Maio de 2013
Abril de 2013
Março de 2013
Fevereiro de 2013
Janeiro de 2013
Dezembro de 2012
Novembro de 2012
Outubro de 2012
Setembro de 2012
Agosto de 2012
Julho de 2012
Junho de 2012
Maio de 2012
Março de 2012
Janeiro de 2012
Dezembro de 2011
Novembro de 2011
Outubro de 2011
Setembro de 2011
Agosto de 2011
Junho de 2011
Maio de 2011
Fevereiro de 2011
Agosto de 2009
Julho de 2009
Junho de 2009
Maio de 2009
Abril de 2009
Fevereiro de 2009
Janeiro de 2009
Setembro de 2008
Julho de 2007
Junho de 2007
Maio de 2007
Abril de 2007
Março de 2007
Fevereiro de 2007
Janeiro de 2007
Dezembro de 2006
Novembro de 2006
Outubro de 2006
Setembro de 2006
Agosto de 2006
Julho de 2006



13 de Fevereiro de 2015

Um dia eu sonhei em desafiar a Microsoft.
Então, criei o meu próprio sistema operacional, baseado no Debian/Knoppix.
Foi uma empreitada trabalhosa, mas não se pode derrotar um gigante...




08 de Fevereiro de 2015

E terminou hoje a maratona FRIENDS, o qual eu e a Claudinha vimos todos os episódios das 10 temporadas, como já tínhamos feito com Arquivo X, tempos atrás.
Embora seja uma obra de ficção, não tem como não se apaixonar pela turma de seis amigos divertidos: Rachel Green (Jennifer Aniston), Monica Geller (Courteney Cox), Phoebe Buffay (Lisa Kudrow), Joey Tribbiani (Matt LeBlanc), Chandler Bing (Matthew Perry) e Ross Geller (David Schwimmer).
Com um pouco de lágrima nos olhos, mais uma despedida.
E, de novo, aquela sensação de que as coisas podem acabar de uma hora pra outra.




06 de Fevereiro de 2015

Eu não sou imortal.
Parece clichê, mas é exatamente este pensamento que mais me atrapalha nesta fase.
A sensação de que tudo pode ser interrompido a qualquer instante, faz com que eu não tenha muita força pra grandes realizações.
Talvez essa tenha sido minha maior virtude: minha mania de perfeccionismo, minha perseverança, fazem parte da minha assinatura de correr atrás do que parece impossível.
Mas então vêm este desbalanço químico, e provoca aquela sensação de que nada vale a pena. O cérebro é um complexo órgão manipulado também por cargas químicas - e tenho de confessar que elas não estão muito bem equilibradas.
Sendo assim, vou levando os dias como se eu estivesse dentro de um sonho. E nele eu não sou imortal.
Como sempre pensei ser.

A principal vantagem deste FLOG em relação ao Facebook, é que, aqui, posso expressar minhas opiniões sem levantar a bandeira de coitadinho, Ninguém liga e elas não valem porra nenhuma.





04 de Fevereiro de 2015

DIA MUNDIAL CONTRA O CÂNCER
Hoje é o dia mundial contra o câncer e recebo uma excelente notícia.
O PET-CT realizado ontem, apontou o desaparecimento de TODOS os pontos de tumor no pulmão.
Não é exatamente a cura - ainda faltam 6 sessões - mas é, sem dúvida, pra se comemorar.

 




 
Marcelo Martins de Albuquerque - ©1997-2019 Todos os direitos Reservados