"Lê tudo o que encontrares, mas não creias em tudo o que leres."

Petrus Alphonsi
(1062-1106), escritor e astrônomo espanhol.

Busca no Planeta Maebee:

Usuário:
Senha:

IP do cliente:
54.91.171.137
 



POSTs mais antigos:

Junho de 2016
Julho de 2015
Junho de 2015
Maio de 2015
Abril de 2015
Março de 2015
Fevereiro de 2015
Janeiro de 2015
Dezembro de 2014
Novembro de 2014
Outubro de 2014
Setembro de 2014
Agosto de 2014
Julho de 2014
Junho de 2014
Maio de 2014
Abril de 2014
Março de 2014
Fevereiro de 2014
Janeiro de 2014
Dezembro de 2013
Novembro de 2013
Outubro de 2013
Setembro de 2013
Agosto de 2013
Julho de 2013
Junho de 2013
Maio de 2013
Abril de 2013
Março de 2013
Fevereiro de 2013
Janeiro de 2013
Dezembro de 2012
Novembro de 2012
Outubro de 2012
Setembro de 2012
Agosto de 2012
Julho de 2012
Junho de 2012
Maio de 2012
Março de 2012
Janeiro de 2012
Dezembro de 2011
Novembro de 2011
Outubro de 2011
Setembro de 2011
Agosto de 2011
Junho de 2011
Maio de 2011
Fevereiro de 2011
Agosto de 2009
Julho de 2009
Junho de 2009
Maio de 2009
Abril de 2009
Fevereiro de 2009
Janeiro de 2009
Setembro de 2008
Julho de 2007
Junho de 2007
Maio de 2007
Abril de 2007
Março de 2007
Fevereiro de 2007
Janeiro de 2007
Dezembro de 2006
Novembro de 2006
Outubro de 2006
Setembro de 2006
Agosto de 2006
Julho de 2006



30 de Novembro de 2006

Fernanda Porto/Tom Jobim - Só Tinha De Ser Com Você
É, só eu sei quanto amor eu guardei / Sem saber que era só prá você / É, só eu sei quanto amor eu guardei / Sem saber que era só prá você / É, só tinha de ser com você / Havia de ser prá você / Senão era mais uma dor / Senão não seria o amor / Aquele que o mundo não vê / O amor que chegou para dar / O que ninguém deu prá você / O amor que chegou para dar / O que ninguém deu prá você / É, você que é feito de azul / Me deixa morar neste azul / Me deixa encontrar minha paz / Você que é bonita de mais / Se ao menos pudesse saber / Que eu sempre fui só de você / E você sempre foi só de mim / Que eu sempre fui só de você / Você sempre foi só de mim...

Exibir outros POSTs com o tema de: músicas





29 de Novembro de 2006

AQUÁRIO
Para quem é de Aquário, liberdade é uma conquista diária. Expressa sua originalidade quando pode escolher entre mil opções, especialmente no amor. Nada como um lugar diferente, um programa que saia da rotina. Você detesta solidão, por isso, está sempre em busca de companhia. Quando ama, entra de cabeça, ainda mais se a pessoa que está com você divide os mesmos interesses. Você sabe compreender as necessidades de quem ama, por isso, atitudes egoístas não fazem parte do seu comportamento habitual. Na paquera, não tem dificuldade de cativar quem desperta seu interesse, pois esbanja criatividade.
Elemento: Ar
Astro regente: Urano
Paraíso astral: Gêmeos (21/5 a 20/6)
Santo: São Paulo
Anjo: Uriel
Flores: Orquídea e Margarida Números: 4 e 5
Talismãs: Pirâmide e Ferradura
Pedras: Sodalita e Turmalina
Dias: Quarta-feira e Sábado
Essências: Violeta e Lavanda
Verbo: "Eu sei"
MARCELO: Significa martelo e indica uma pessoa que confia muito na sua capacidade de contornar as dificuldades. Por isso, enfrenta os problemas com serenidade e paciência. E geralmente se dá bem.

Exibir outros POSTs com o tema de: mensagens





28 de Novembro de 2006

Kid Abelha - Os outros
Já conheci muita gente / Gostei de alguns garotos / Mas depois de você / Os outros são os outros / Ninguém pode acreditar / Na gente separado / Eu tenho mil amigos mas você foi / O meu melhor namorado / Procuro evitar comparações / Entre flores e declarações / Eu tento te esquecer / A minha vida continua / Mas é certo que eu seria sempre sua / Quem pode me entender / Depois de você, os outros são os outros e só / São tantas noites em restaurantes / Amores sem ciúmes / Eu sei bem mais do que antes / Sobre mãos, bocas e perfumes / Eu não consigo achar normal / Meninas do seu lado / Eu sei que não merecem mais que um cinema / Com meu melhor namorado / Procuro evitar comparações / Entre flores e declarações / Eu tento te esquecer / A minha vida continua / Mas é certo que eu seria sempre sua / Quem pode me entender / Depois de você, os outros são os outros e só...

Exibir outros POSTs com o tema de: músicas





27 de Novembro de 2006

Par perfeito existe mesmo?
Nem sei mais responder, mas ainda acredito que sim. Me lembro quando era menor, que tudo parecia às mil maravilhas. Homens simpáticos cortejando mulheres lindas... apaixonantes, sinceras e mais todas as qualidades que você quiser pôr.
Mas hoje, os tempos parecem outros. Culpa da idade ou da metrópole, vícios e virtudes alternam-se em uma balança desigual. Falta de respeito, amor próprio e a implacável cobrança da sociedade: insegurança de ficar só, de esperar o tempo certo.
Ainda sou da opinião de que é impossível trair seus ideais e até faria um apelo sincero: não se traiam, vivam como merecem!!!
É que ultimamente estive um pouco decepcionado com o que tenho visto dos relacionamentos. Casais que se envolvem oportunamente sem que o outro cumpra os seus pré-requisitos mínimos. Gente, vamos acordar, pelamordedeus! Ninguém vai mudar com o tempo e a química (ai, ai... ) não é coisa que nasce com o correr dos dias.
Pra quem ainda acredita no "pra sempre", não deixem se envolver com a oportunidade. Porque, inconscientemente, nunca paramos de procurar nosso ideal e, quando ele aparecer, estaremos ocupados demais pra perceber ou numa tremenda saia justa.
Então, em primeiro lugar, amem-se, vão atrás do que vocês realmente desejam, mesmo que demore um pouco mais de tempo. Pois como já ouvimos diversas vezes, antes só que mal acompanhado!!

Exibir outros POSTs com o tema de: educação moral e civismo





25 de Novembro de 2006

Quando comecei a folhear o álbum de fotos da minha formatura de oitava série, notei como o tempo passa rápido. Não só por causa do número de cabelos brancos que habitam hoje a cabeça de quem aparece nas fotos, mas também pelas roupas, sorrisos e atitudes.
Eu brinquei de carrinho até o dia do meu aniversário de 15 anos. Depois decidi que ia namorar! Parece que foi ontem! Ainda me lembro o dia que passei na faculdade e de como fiquei chateado de ver o topete ser raspado com máquina zero.
Mais atrás ainda, lembro de algumas festinhas que fui quando criança... De comer no Texas Burger do recém inaugurado Shopping Eldorado, ou em ficar maravilhado com os escassos brinquedos nas prateleiras da extinta Lojas Brasileiras do Shopping Continental.
E tudo dá saudades! Pois o tempo que passa não é suficiente pra apagar os gostos, aventuras e pessoas que ficam gravadas pra sempre.

Exibir outros POSTs com o tema de: histórias da vida





23 de Novembro de 2006

Depois do sucesso de público alcançado no show realizado na Sociedade Esportiva Palmeiras, em Agosto de 2006, o grupo PERIQUITOS EM REVISTA resolveu realizar mais QUATRO apresentações neste final de ano.
As apresentações serão realizadas nos dias 02/12 (sábado - 18:00 e 21:00) e 03/12 (domingo - 17:00 e 20:00), na própria sede da Sociedade Esportiva Palmeiras, em São Paulo, na Barra Funda.
Por ser um espetáculo beneficente, o ingresso individual será trocado por 1 Kg de alimento não perecível. A troca deverá ser efetuada ANTECIPADAMENTE, de segunda à sábado das 10h às 18h na lojinha do Palmeiras, na própria sede do clube, situada à Rua Turiassú, 1840 - Barra Funda/ Zona Oeste de São Paulo.
Venham nos prestigiar mais uma vez e por favor, ajudem-nos a divulgar o espetáculo! Contamos com a sua colaboração!!!

www.periquitosemrevista.com.br


Exibir outros POSTs com o tema de: histórias da vida





23 de Novembro de 2006

Roberto Carlos - Detalhes
Não adianta nem tentar me esquecer / Durante muito tempo em sua vida eu vou viver / Detalhes tão pequenos de nós dois / São coisas muito grandes pra esquecer / E a toda hora vão estar presentes... você vai ver / Se um outro cabeludo aparecer na sua rua / E isso lhe trouxer saudades minhas, a culpa é sua / O ronco barulhento do seu carro / A velha calça desbotada ou coisa assim / Imediatamente você vai... você vai lembrar de mim / Eu sei que um outro deve estar falando ao seu ouvido / Palavras de amor como eu falei, mas eu duvido / Duvido que ele tenha tanto amor / E até os erros do meu português ruim / E nessa hora você vai... você vai lembrar de mim / A noite envolvida no silêncio do seu quarto / Antes de dormir você procura o meu retrato / Mas da moldura não sou eu quem lhe sorri / Mas você vê o meu sorriso mesmo assim / E tudo isso vai fazer você... você lembrar de mim / Se alguém tocar seu corpo como eu, não diga nada / Não vá dizer meu nome sem querer à pessoa errada / Pensando ter amor nesse momento / Desesperada, você tenta até o fim / Mas até nesse momento você vai... você vai lembrar de mim / Eu sei que esses detalhes vão sumir na longa estrada / Do tempo que transforma todo amor em quase nada / Mas quase também é mais um detalhe / Um grande amor não vai morrer assim / Por isso, de vez em quando você vai... você vai lembrar de mim / Não adianta nem tentar me esquecer / Durante muito, muito, muito tempo em sua vida eu vou viver / Não adianta nem tentar me esquecer...

Exibir outros POSTs com o tema de: músicas





22 de Novembro de 2006

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e neste mesmo momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d'água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar à apertar o coração, agradeça: Deus te enviou um presente divino: o Amor.
Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.
Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.
Se você conseguir em pensamento sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado... Se você achar a pessoa maravilhosamente linda mesmo, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...
Se você não consegue trabalhar direito o dia todo ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... Se você não consegue imaginar de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...
Se você tiver certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo: é o Amor que chegou na sua vida. É uma dádiva.
Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.
É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o Amor.

Carlos Drummond de Andrade, simplesmente lindo


Exibir outros POSTs com o tema de: educação moral e civismo





20 de Novembro de 2006

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.E, então,pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome...AUTO ESTIMA
Quando me amei de verdade, pude perceber que a minha angustia, meu sofrimento emocional, não passava de um sinal de que estou indo contra as minhas verdades.
Hoje sei que isso é AUTENCIDADE.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de ...AMADURECIMENTO.
Quando me amei de verdade comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é RESPEITO.
Quando me amei de verdade, comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início, minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama AMOR PRÓPRIO.
Quando me amei de verdade deixei de temer meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos. Abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero, e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é SIMPLICIDADE.
Quando me amei de verdade, desisti de querer ter sempre razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a HUMILDADE.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é PLENITUDE.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando eu a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é SABER VIVER.

Atribuído à Charles Chaplin


Exibir outros POSTs com o tema de: educação moral e civismo





19 de Novembro de 2006

Não é preciso que você tenha todas as virtudes. Importa que boa parte delas estejam na sua pauta diária, como metas a serem alcançadas gradativamente.
Não é preciso que você seja perfeito. Importa que você manifeste generosamente aquela parcela do seu Ser que já é pura luz e perfeição.
Não é preciso que você seja santo - somos todos pecadores. Importa o veredícto da sua própria consciência quando a sós consigo mesmo e o firme propósito de não incorrer nas mesmas transgressões, por você reconhecidas. Importante é querer sempre melhorar.
Não é preciso que você bajule seus inimigos. Importa que suas atitudes de legítima bondade e retidão desfaçam os liames de ódio que os mantêm atrelados a sua pessoa. É importante que você o respeite e não alimente o ódio.
Não é preciso que você seja um pilar de forças e sabedoria. Importa compreender que neste mundo somos todos frágeis e carentes aprendizes, passando pelas muitas provas que a vida nos oferece a cada dia. Importante é cair e sempre levantar e seguir em frente.
Não é preciso que você seja um vencedor aos olhos do mundo. Importa sim a paz advinda daquelas pequenas vitórias diárias que só você e tão somente você conhece.
Não é preciso que você seja popular, famoso, amado ou benquisto por todos. É impossível agradar a todos. Importa primeiro que você se ame e se respeite, pelo sincero reconhecimento daquela Divina Centelha que habita seu Ser, de forma singular e inigualável.
Sorria sempre! Diga "muito obrigado" em todas as situações e que em seus lábios sempre haja uma palavra de amor, carinho e compaixão pelo seu semelhante não importando quem seja ele!!!

Fátima Irene Pinto


Exibir outros POSTs com o tema de: educação moral e civismo





17 de Novembro de 2006

Ser EU MESMO não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções. É encontrar a força no perdão, a esperança nas batalhas, a segurança no palco do medo, e o amor (Ah!! O amor!!) nos desencontros.
Ser EU MESMO, não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. É reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
É deixar de ser vítimas dos problemas e se tornar autor da própria história. É deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de mim.
É ter maturidade para falar "EU ERREI", ousadia de dizer "ME PERDOE", sensibilidade para expressar "EU PRECISO DE VOCÊ", e capacidade de dizer "EU TE AMO".
E quando errar o caminho, ter força de recomeçar tudo de novo, pois assim dá pra ser cada vez mais apaixonado pela vida.
Enfim, ser feliz não é ter uma vida perfeita. Porque a vida, assim como ela é, é um espetáculo imperdível!

Adaptado de fonte desconhecida


Exibir outros POSTs com o tema de: educação moral e civismo





15 de Novembro de 2006

Só por hoje direi que estou de mal com a depressão e se ela der as caras aplicar-lhe-ei vinte bofetões de alegria.
Só por hoje direi que a vida é uma festa, acreditarei que a vida é uma festa e farei da festa a minha vida.
Só por hoje acreditarei que ri melhor quem ri por si mesmo. E Já estou rindo.
Só por hoje guardarei a seriedade no baú e deixarei que a criança interior brinque comigo o tempo todo.
Só por hoje estarei tão feliz que não sentirei falta de sentir falta da felicidade.
Só por hoje expulsarei da minha casa a tristeza e hospedarei a alegria, o sorriso e o bom-humor.
Só por hoje hastearei a bandeira do bom-humor sobre meu próprio território.
Só por hoje decidirei que sou definitivamente FELIZ...

Amar não é apoderar-se do outro para completar-se, mas sim, dar-se ao outro para completá-lo!


Exibir outros POSTs com o tema de: ficção ou fantasia





12 de Novembro de 2006

Rir é arriscar-se a parecer louco...
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental...
Estender a mão para o outro é arriscar-se a se envolver...
Expor seus sentimentos é arriscar-se a expor o seu eu verdadeiro...
Amar é arriscar-se a não ser amado...
Expor suas idéias e sonhos ao publico é arriscar-se a perder...
Viver é arriscar-se a morrer...
Ter esperanças é arriscar-se a sofrer decepção...
Tentar é arriscar-se a falhar...
Mas... É preciso correr riscos...
Porque o maior azar da vida é não arriscar nada...
Pessoas que não arriscam, que nada fazem, nada são.
Pode estar evitando o maior sofrimento e a tristeza...
Mas, assim, não podem aprender,
sentir, crescer, mudar, amar, viver...
Acorrentadas às suas atitudes; são escravas;
Abrem mão de sua liberdade.
Só a pessoa que se arrisca é livre...
Arriscar-se é perder o pé por algum tempo.
Não se arriscar é perder a vida...

As pessoas um dia podem esquecer o que você disse; Podem esquecer o que você fez; Mas jamais esquecerão o que você as fez sentir...


Exibir outros POSTs com o tema de: ficção ou fantasia





10 de Novembro de 2006

Retirado do meu profile, numa data qualquer...
Sem palavras pra dizer o que sinto...
Mas se é mesmo pra ser assim, que seja!
A vida não vai deixar de ser linda só porque tivemos um dia ruim.
A esperança que deixa de existir, sempre dá lugar à um novo sonho.
E o novo sonho fortalece a alma, engrossa o sangue e vibra o coração.
Que venha o amanhã e o depois. Pra quem estiver lá, mil beijos.

"Que jamais, em tempo algum, o teu coração acalente o ódio.
Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.
Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.
Que as perdas do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida!"

A melhor parte da viagem é voltar pra casa pra poder ficar junto de quem nunca deveria ter me afastado.


Exibir outros POSTs com o tema de: ficção ou fantasia





07 de Novembro de 2006

Alguma vez você já parou pra pensar do que você depende pra viver? Como por exemplo:
  • Seus amigos(as)
  • Família
  • Dinheiro
  • Carro
  • Balada
  • Esporte
  • Beijo na boca
  • Sexo
  • Amar
  • Ser amado
  • Seus sobrinhos
  • Televisão
  • Computador
  • Viagem
  • Trabalho
  • Sua cara metade...
  • Porque hoje em dia todo mundo acha que ser independente é tudo na vida, hein?
    Eu sou dependente SIM!
    Tudo o que mais quero nesse mundo é isso... pra poder dizer que sou completamente feliz!!

    Adaptado do profile da Milena...


    Exibir outros POSTs com o tema de: mensagens





    02 de Novembro de 2006

    O céu lá fora já conta com o escurinho do começo da noite, mas ainda é de tarde. O dia está meio frio, prenúncio da chuva que vai cair na cidade.
    Quando ela começa, vejo-me hipnotizado pelas gotas e pelos rios que forma em poucos minutos. Lembro-me de momentos que não voltam mais e de sentimentos que estão adormecidos lá no fundinho da minha alma.
    Dia de chuva, é dia de ficar em casa, vendo um filme bom na TV, ouvindo uma boa música na rádio ou simplesmente em ótima companhia. Aquele olho no olho que não precisa de nenhuma palavra pra se fazer entender.
    Se o barulhinho da chuva provoca aquela sensação de preguiça indescritível, hoje sinto saudade de adormecer na frente da TV... sem antes confortar seus cabelos apoiados na minha coxa.

    Exibir outros POSTs com o tema de: ficção ou fantasia





    01 de Novembro de 2006

    Olhando assim despretenciosamente nem parece tão diferente dos outros. Mas se olhar todas as entrelinhas, vai notar que é um coração dificil, sofrido, repleto de marcas de batalhas, muitas delas não ganhas...
    E olhando assim, de frente, nem sei o rumo que devo dar a ele. E se, em vez de paz, vier mais guerra? Se em vez de luz, mais escuridão?
    Já concordo com quem me diz que é um coração diferente... mas se demoro muito me questionando, fica cada vez mais dificil dar um passo.
    O futuro é misterioso, e hoje, parece indecifrável. Não consigo sequer esboçar os caminhos que vou seguir pra tentar ver a forma que ele estará pulsando lá na frente.
    Então, só me resta deixar ele aqui, quietinho, para, quem sabe logo ou tarde, ele resolva bater rapido como antes... e então, dizer pra onde vai me levar.

    Exibir outros POSTs com o tema de: ficção ou fantasia


     




     
    Marcelo Martins de Albuquerque - ©1997-2014 Todos os direitos Reservados